WHATSAPP DA CLUBEClique e entre no grupo de notícias da Rádio Clube

Violência no trânsito: pelo menos quatro pessoas morrem em acidentes no Vale do Itajaí

Novamente o fim de semana foi violento nas estradas do Vale do Itajaí. Pelo menos quatro pessoas morreram em acidentes nas cidades de Nova Trento, Ituporanga, Itajaí e Brusque.

Na madrugada de sábado, 12, uma jovem morreu após o carro em que ela estava colidir contra uma árvore, em Nova Trento. A vítima foi identificada como Sheron Figueiredo Ramos, de 21 anos. O condutor do carro foi submetido ao teste do bafômetro, que apontou 0,42 mg/L. Diante da situação, ele foi preso e encaminhado a Delegacia de Polícia Civil de Brusque.

>> Receba informações de Blumenau e região no seu WhatsApp

Foto: Divulgação

Na madrugada de domingo, 13, um homem morreu após se envolver em uma colisão frontal entre dois carros, na SC-110, em Ituporanga. De acordo com as informações do Corpo de Bombeiros, o acidente envolveu um Ford Ka e um Gol, onde estava o homem que morreu ainda no local. O motorista do Ford Ka mas precisou ser levado ao hospital, com ferimentos médios.

Na manhã de domingo, 13, em Brusque, um homem morreu após o carro que ele dirigia capotar e invadir uma loja, no bairro Limoeiro. O homem de 38 anos estava sozinho no veículo e foi encontrado já sem vida pelos socorristas. A vítima foi identificada como Edilson de Jesus Santos.

Foto: Divulgação/Polícia Civil

Em Itajaí, a passageira de uma moto, de 32 anos morreu em um acidente na BR-101, na madrugada deste domingo, 13. A vítima foi identificada como Maiara Prado. O condutor da motocicleta, uma Kawasaki Ninja, foi levado à delegacia, pois estava embriagado e sem CNH.

Ele deve responder por homicídio culposo. A mulher morava em Balneário Camboriú e estava em um evento de Motos no Parque Beto Carrero, em Penha.

Leia também:

>> Egídio Beckhauser demonstra surpresa com cassação de mandato: ‘Vamos recorrer’

>> Comerciante é detido por fazer ‘gato’ em rede de energia elétrica de Blumenau

>> Vereador de Blumenau acusa colega de manter ‘funcionário fantasma’ em gabinete