WHATSAPP DA CLUBEClique e entre no grupo de notícias da Rádio Clube

“Sindicato está se antecipando”, diz secretário sobre reajuste salarial de servidores em Blumenau

O secretário Municipal de Administração, Anderson Rosa, disse nesta terça-feira, 1⁰, que o Sindicato dos Servidores Públicos de Blumenau (Sintraseb) está antecipando a negociação de reajuste salarial. A declaração foi dada durante entrevista ao programa Meio-Dia na Clube.

Foto: Divulgação/Câmara de Vereadores de Blumenau

De acordo com o secretário, a data base da categoria é apenas no mês de maio.

“O sindicato tem feito um movimento, na nossa visão, um pouco antecipado tendo em vista que geralmente no fim de março, começo de abril é que a pauta chega ao executivo para que possa-se analisar e discutir a somatória de índices e conversar com a categoria para que possa-se chegar a um denominador”, disse Rosa.

O secretário garante que há previsão orçamentária para o reajuste salarial dos servidores e que a negociação irá ocorrer, mas não agora.

“Nós vamos conversar diante de uma realidade orçamentária, de fluxo de caixa na tentativa de recompor esse período todo. Primeiro imposto por uma regra federal de recompor o INPC ao salário no último ano cabe a município ver como adequa.”, garantiu.

A explicação do secretário, no entanto, não convenceu os servidores. Uma vez que nos últimos dois anos, uma lei federal proibiu a concessão de aumento salarial aos servidores públicos, por conta da pandemia do coronavírus.

De acordo com o coordenador do Sintraseb, Sérgio Bernardo, o prazo da lei federal esgotou-se no último dia 31 de dezembro.

“Precisamos esperar até maio para receber aquilo que é direito dos trabalhadores e trabalhadoras? Na verdade nós estamos atrasos dois anos para discutir o reajuste dos servidores. Nos estamos falando da revisão salarial de 2020 que não ocorreu”, disse o coordenador.

Nesta terça-feira, 1⁰, o sindicato publicou uma carta aberta pedindo compreensão à população blumenauense e lembrando que a categoria está em estado de greve.