WHATSAPP DA CLUBEClique e entre no grupo de notícias da Rádio Clube

“Números estão muito elevados”, alerta coordenadora de Combate a Dengue de Blumenau

Na última semana a Vigilância Epidemiológica de Blumenau emitiu uma nota de alerta para as unidades de saúde da atenção básica. O comunicado foi feito em virtude do aumento do número de casos de Dengue registrados no município.

De janeiro até agora, os agentes identificaram 1.608 focos do mosquito Aedes Aegypti, responsável pela transmissão da dengue, febre amarela, zika e chikungunya. No mesmo período do ano passado eram 1.177 focos, o que representa um aumento de 35% no período.

>> Receba informações de Blumenau e região no seu WhatsApp

Foto: Divulgação/Prefeitura de Blumenau

Até agora, o município registra 269 notificações. Destes, 65 são casos confirmados, sendo seis casos importados e 59 autóctones, ou seja, contraídos em Blumenau. Dois moradores de Blumenau com diagnóstico de dengue estão internados em hospitais da cidade. No dia 7 de março, uma mulher de 33 anos teve diagnóstico da doença. No dia 9 de março, um homem de 35 anos teve diagnóstico da doença. Os dois pacientes estão internados em enfermaria, com estado de saúde considerado estável.

Atualmente, dos 35 bairros da cidade, 17 são considerados infestados e são monitorados diariamente. São eles: Água Verde, Centro, Do Salto, Escola Agrícola, Garcia, Fortaleza, Itoupavazinha, Itoupava Norte, Itoupava Seca, Jardim Blumenau, Ponta Aguda, Salto do Norte, Tribess, Velha, Velha Central, Vila Nova e Victor Konder. O bairro Escola Agrícola concentra 50% dos locais de contaminação no município. Porém, a transmissão também está ocorrendo nos bairros Garcia, Velha Itoupava Norte, Água Verde e Vila Nova.

A coordenadora de Combate a Dengue em Blumenau, Eleandra Casani, falou sobre a situação na cidade e afirma que os números preocupam. Ela falou sobre o assunto durante o Jornal da Manhã desta quarta-feira, 23.

Ouça: