WHATSAPP DA CLUBEClique e entre no grupo de notícias da Rádio Clube

Famílias pedem para Chapecoense apagar fotos de atletas mortos em acidente aéreo

Uma notificação extrajudicial enviada por familiares de quatro jogadores mortos em 2016, em acidente aéreo durante viagem para final da Copa Sul-americana, que resultou em 71 vítimas fatais, solicitaram ao clube catarinense para que todas as imagens deles fossem apagadas do site.

>> Receba informações de Blumenau e região no seu WhatsApp

Foram retiradas as imagens do lateral-direito Gimenez, do volante Gil, do atacante Ailton Canela e do atacante Bruno Rangel. As imagens dos quatro jogadores foram apagadas do site, informou a Chapecoense por meio de nota.

O mesmo vale para as paredes da Arena Condá. No túnel de acesso entre o vestiário e o gramado, por exemplo, há fotos espalhadas de todos os atletas que estavam no avião que caiu na Colômbia. A informação foi publicada pela Folha de São Paulo.

A medida foi tomada após o início do processo de recuperação judicial do clube alviverde. Em nota, a Chapecoense informou que as imagens solicitadas foram retiradas do site, mas que “contestará a situação, por entender que tais registros contemplam, também, a história da instituição – que também é vítima neste processo”.

Leia também

>> Avô é preso suspeito de matar neto em SC

>> Homem é encontrado morto com marcas de violência às margens de rodovia no Vale

>> Motorista fica ferido ao tentar desviar de caminhão e capotar carro na BR-470