Rádio Clube De Blumenau Profissionais da educação de Blumenau já podem agendar vacina contra Covid-19 ⋆ Radio Clube de Blumenau Rádio Clube De Blumenau
AO VIVO
Quarta-feira, 22 de setembro de 2021 -

Profissionais da educação de Blumenau já podem agendar vacina contra Covid-19

Profissionais de educação já podem agendar vacinação contra Covid-19  em Blumenau. A agenda aberta nesta terça-feira, 25, possui 1,5 mil vagas e contempla diversos públicos. A aplicação das doses acontece já na quarta-feira, no Parque Vila Germânica.

Entre eles, professores e auxiliares da Apae e do Cemea e professores; segundo professores; auxiliares e afins que atuam em sala de aula na educação infantil, com crianças de 0 a 3 anos.

O agendamento deve ser feito no site da Prefeitura de Blumenau, pelo site ou pelo Alô Saúde, no telefone 156 (opção 2), que mantém atendimento das 8h às 20h. Somente serão vacinados aqueles usuários com agendamento.

Vale ressaltar que quem realizou a vacina da Gripe (H1N1) deve aguardar um período de 14 dias para se vacinar contra a Covid-19.

Confira os públicos que podem agendar vacinação e a documentação necessária:

Professores e auxiliares que atuam nas instituições exclusivas de Educação Especial (Caesp), ou seja, professores e auxiliares da APAE e do CEMEA acima dos 18 anos: documento de identificação com foto e declaração comprobatória no modelo oficial fornecido pelo Governo do Estado. Só serão vacinados os profissionais listados pelo município de acordo com o cadastro enviado pelo Estado para a vacinação contra a Covid-19.

Professores, segundo professores, auxiliares e afins acima dos 18 anos que atuam em sala de aula na educação infantil, com crianças de 0 a 3 anos de idade: documento de identificação com foto e declaração comprobatória no modelo oficial fornecido pelo Governo do Estado. Só serão vacinados os profissionais listados pelo município de acordo com o cadastro enviado pelo Estado para a vacinação contra a Covid-19.

Pessoas com Deficiência Permanente cadastradas no Programa Benefício de Prestação Continuada (BPC) acima dos 18 anos: Comprovante de recebimento do beneficio.

Pessoas com Deficiência Permanente acima de 18 anos: Atestado ou declaração médica ou documentos comprobatórios de atendimento em centros de reabilitação ou unidades especializadas no atendimento de pessoas com deficiência ou documento oficial de identidade com a indicação da deficiência, ou ainda Carteira de Transporte Público.

Pessoas com comorbidades como, por exemplo, Fibrose Cística, transplantados, entre outros, acima dos 18 anos: Preferencialmente atestado ou declaração médica ou declaração do enfermeiro do serviço de saúde onde o usuário faz o tratamento. Receitas de medicamentos que deixem claro a condição da pessoa (validade de 1 ano para medicamentos de uso não controlados) também terão aceitação na falta das opções anteriores.

Puérperas com comorbidades acima dos 18 anos: Declaração de nascimento da criança ou certidão de nascimento + comprovação de comorbidade.

Pessoas com hipertensão arterial estágios 1 e 2 acima de 50 anos: Preferencialmente atestado ou declaração médica ou declaração do enfermeiro do serviço de saúde onde o usuário faz o tratamento. Receitas de medicamentos que deixem claro a condição da pessoa (validade de 1 ano para medicamentos de uso não controlados) também terão aceitação na falta das opções anteriores.

Idosos acima dos 60 anos: Documento de identificação.

Vacinação de outros públicos

Conforme a deliberação 065 da Comissão Intergestores Bipartite (CIB), pessoas em situação de rua com idade entre 18 e 59 anos e a população privada de liberdade que tenha comorbidades, deficiência permanente grave ou idade acima de 60 anos, também devem receber a vacinação contra a Covid-19.

No caso das pessoas em situação de rua, além da vacinação dos usuários no abrigo municipal, a Secretaria de Promoção da Saúde, em parceria com a Secretaria de Assistência Social, fará a busca ativa do público-alvo. Já as pessoas privadas de liberdade serão vacinadas mediante listagem, assim como já acontece com os profissionais das Forças de Segurança e Salvamento e os funcionários do Sistema de Privação de Liberdade.

Os demais grupos da educação serão contemplados, de forma gradual e escalonada, conforme o município for recebendo novas remessas de vacina do Governo do Estado.

Trabalhadores da Saúde

Os trabalhadores da saúde, que estão com as vagas esgotadas neste momento, podem preencher um cadastro demonstrando interesse em realizar a vacinação assim que novas doses do imunizante forem enviadas pelo Governo do Estado. O cadastramento está disponível neste link.

Atestado/Declaração Médica

A Prefeitura está disponibilizando um modelo de declaração médica para que pessoas com comorbidades possam comprovar a condição pré-existente da patologia e consigam receber a vacina contra o Coronavírus. O documento disponível no site da Prefeitura deve ser preenchido e assinado pelo profissional médico atestando com exatidão a comorbidade do paciente.

O objetivo do documento é dar agilidade ao atendimento realizado na Central de Vacinação, no Setor 1 do Parque Vila Germânica, uma vez que muitos usuários estão apresentando declarações que “autorizam aplicação da vacina”, mas sem a indicação da patologia, exigida na Campanha Nacional de Vacinação contra a Covid-19, pelo Ministério da Saúde.

Aplicação da vacina

A orientação é para que os usuários cheguem com até 15 minutos de antecedência ao Parque Vila Germânica para apresentar a documentação comprobatória junto com o documento de identidade e carteira de vacinação. Não é necessário chegar com mais antecedência para evitar aglomerações.

Após receber a primeira dose da vacina, ao final do atendimento automaticamente o sistema agenda o retorno para ser feita a segunda dose, dentro do prazo adequado.

Os usuários podem acessar o Setor 1 entrando pela Rua Alberto Stein, utilizando o estacionamento dentro do Parque Vila Germânica. O espaço conta com cadeiras de rodas para auxiliar no deslocamento. Pessoas com mobilidade reduzida podem acessar a Central de Vacinação pela Rua Itapiranga, que foi sinalizada pela Seterb. Neste caso, a vacina é aplicada sem que o usuário precise desembarcar do veículo.

COMENTAR COM O FACEBOOK:
Não temos controle sobre os comentários pelo Facebook

Comentar sem o Facebook

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

?