Rádio Clube De Blumenau Leitura na infância estimula a compreensão, amplia o vocabulário e o repertório cultural ⋆ Radio Clube de Blumenau Rádio Clube De Blumenau
AO VIVO
Quarta-feira, 01 de abril de 2020 -

Leitura na infância estimula a compreensão, amplia o vocabulário e o repertório cultural

Pouco mais de 55% da população brasileira possui o hábito da leitura, segundo pesquisa divulgada em maio deste ano pelo Instituto Pró-Livro (IPL). Especialistas comprovam que quem lê possui facilidade em se comunicar, escrever, expande o conhecimento e a interação. Para ampliar o número de leitores, especialistas afirmam que é necessário implantar o hábito ainda na infância. “Sabemos da importância da leitura na vida escolar das crianças, para a compreensão, o enriquecimento do vocabulário e para a expansão do repertório cultural”, afirma a Coordenadora da Educação Infantil e dos primeiros anos do Ensino Fundamental da Escola Barão, Sônia Meri Roders.

Para incentivar a formação novos leitores, os educadores podem utilizar diversas estratégias didáticas para conquistar ainda mais o interesse das crianças. Na Escola Barão de Blumenau (SC), foi construída uma “Casinha da leitura”, um ambiente acolhedor, com cerca de 25 metros quadrados, em madeira rústica e uma variedade de livros de diversos gêneros literários, revistas, gibis, guinness book e outros. O lugar conta com pufes e almofadas para garantir todo o conforto dos frequentadores. Na área externa, há uma varanda, bancos, mesas e guarda-sóis. Toda a estrutura é utilizada como ferramenta para as aulas da Educação Infantil e Ensino Fundamental. “Foi criada para ser um espaço alternativo, um lugar gostoso, de aconchego, para que a leitura aconteça naturalmente, sem compromisso, onde haja trocas e comentários”, explica a professora do Período Integral Barão, Maria Helena Linhares. A educadora afirma que a casinha fez tanto sucesso após a volta às aulas que, além das crianças da Educação Infantil, até os estudantes dos primeiros anos do Ensino Fundamental passaram a utilizar o local com frequência.

A Isadora Oliveira Torquato tem apenas seis anos e visitou a casinha durante as aulas do Período Integral. Ela ficou encantada com a estrutura lúdica e conta que adorou ler o livro ‘Pare na letra P’. “Gosto de ler histórias de pessoas que fazem outras mais felizes”, conta.
Educadores também podem estimular a leitura por meio da contação de histórias e o incentivo para conhecer os livros de perto. Até mesmo os mais novinhos, que ainda não sabem ler, podem ser estimulados a tocar, folhear as páginas e ver as figuras, para se familiarizarem mais com o livro. Outra proposta é comprar gibis e quadrinhos, que auxiliam na inserção ao mundo da leitura ou, como maneira de tornar a prática cotidiana, promover um horário especial, em que se estipula um tempo pré-determinado para que a criança leia uma obra de sua escolha. “Atualmente, nós educadores, temos que ser mais e mais criativos para que o hábito seja consolidado”, acrescenta a professora Sônia. 

Casinha da Leitura

 

COMENTAR COM O FACEBOOK:
Não temos controle sobre os comentários pelo Facebook

Comentar sem o Facebook

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

?