Domingo, 25 de junho de 2017 -

31 de maio: Dia Mundial Sem Tabaco

Compartilhe
FacebookWhatsAppFacebook MessengerTelegramTwitterGoogle+SMSEmailCopy Link

Na próxima quarta-feira (31) é celebrado o Dia Mundial Sem Tabaco. A data, criada em 1987 pela Organização Mundial da Saúde (OMS), foi instituída para alertar sobre as doenças e prevenções relacionadas ao tabagismo.  Neste ano, a OMS apela também a todos os países para o tema: “Tabagismo – uma ameaça para o desenvolvimento”.

O pneumologista do Hospital Dia do Pulmão (HDP), Mauro Kreibich, ressalta que existem mais de 50 doenças relacionadas ao consumo do tabaco – a principal causa de morte evitável no mundo. “Quando associamos o tabaco ao comércio ilegal é preciso levar em conta também que ele está à margem do controle sanitário, o que implica em componentes em desacordo com a legislação e, possivelmente, a contaminação por diversos elementos que potencializam os efeitos  danosos”, explica Kreibich.

De acordo com a OMS, além de salvar vidas e reduzir desigualdades na saúde, um controle abrangente do tabagismo detém os impactos ambientais negativos causados pela produção, venda e consumo de tabaco. O controle do tabagismo pode quebrar o ciclo da pobreza, contribuir com a erradicação da fome, promover a agricultura sustentável e crescimento econômico e combater as mudanças climáticas. Maiores impostos em produtos de tabaco também podem ser usados como recursos para a saúde pública e outros programas de desenvolvimento do governo.

O Dia Mundial Sem Tabaco 2017 tem como objetivos principais:

  • Destacar a relação entre o uso de produtos de tabaco, o controle do tabagismo e o desenvolvimento sustentável.
  •   Incentivar os países a incluir o controle do tabagismo em suas responsabilidades nacionais para a Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável.
  • Apoiar os estados-membros e a sociedade civil no combate à interferência da indústria do tabaco em processos políticos, o que resulta em ações de controle de tabagismo nacionais mais fortes.
  • Incentivar uma maior participação pública e de parceiros em esforços regionais, nacionais e globais para elaborar e implementar estratégias e planejamentos de desenvolvimento e atingir objetivos que priorizem ações de controle do tabagismo.
  • Demonstrar como as pessoas podem contribuir para um mundo sustentável e livre de fumo, ao se comprometer a não fazer uso de produtos de tabaco ou ao largar o hábito de fazê-lo.

Sobre o Hospital

O Hospital Dia do Pulmão atua em Blumenau desde 1982, com prestação de serviços voltados ao diagnóstico e tratamento de doenças respiratórias. Destacam-se nesta trajetória pioneira, a introdução da fisioterapia respiratória e pneumologia pediátrica.

 

Compartilhe
FacebookWhatsAppFacebook MessengerTelegramTwitterGoogle+SMSEmailCopy Link
COMENTAR COM O FACEBOOK:

Comentar sem o Facebook

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *