Rádio Clube De Blumenau Prefeito Napoleão Bernardes fala sobre nova licitação do transporte coletivo ⋆ Radio Clube de Blumenau Rádio Clube De Blumenau
AO VIVO
Domingo, 16 de dezembro de 2018 -

Prefeito Napoleão Bernardes fala sobre nova licitação do transporte coletivo

 

Na manhã desta segunda-feira, dia 30, o prefeito Napoleão Bernardes falou durante o jornal Bom dia Cidade da Clube sobre o transporte coletivo de Blumenau. Na última sexta-feira, dia 27, a Prefeitura de Blumenau, por meio da Comissão Especial de Estudos e Projetos de Transporte Coletivo (CEEPTC) e do Serviço Autônomo Municipal de Trânsito e Transportes de Blumenau (Seterb), apresentou à comunidade a minuta do edital para contratação do serviço de transporte coletivo urbano de passageiros no município e o modelo econômico para a nova concessão.

Durante o evento, o coordenador da Comissão, Caio Silveira, fez uma apresentação destacando os principais pontos do edital. No que se refere à frota, a nova concessão terá exigência de 40% da frota composta por veículos zero quilômetro no início da operação; exigência de veículos zero quilômetro em todas as linhas troncais e no serviço “Blufácil”; exigência de substituição dos veículos usados por veículos zero quilômetro, ou seja, os veículos que iniciarem a operação na condição de usados deverão ser substituídos no prazo máximo de três anos contados na data do início da operação, na razão de, no mínimo, um terço por ano.

O sistema inicia com 246 veículos, sendo 142 modelo convencional, 64 modelo padron, 21 modelo pesado especial, 15 micro-ônibus e quatro vans para o serviço Blufácil. Todos em conformidade com as exigências de acessibilidade universal. Os veículos que operarão nas linhas troncais poderão atingir idade máxima de 12 anos e os demais veículos idade máxima de oito anos. A frota deverá ter acesso gratuito a internet via wi-fi e tomadas para carregar dispositivos eletrônicos portáteis (celular, tablet e etc).

Acompanhe a entrevista do prefeito Napoleão concedida ao jornalista Alexandre Pereira:

 

COMENTAR COM O FACEBOOK:
Não temos controle sobre os comentários pelo Facebook

Comentar sem o Facebook

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

?