Rádio Clube De Blumenau Blumenau comemora Semana Municipal da Humanização do Parto ⋆ Radio Clube de Blumenau Rádio Clube De Blumenau
AO VIVO
Quarta-feira, 22 de janeiro de 2020 -

Blumenau comemora Semana Municipal da Humanização do Parto

Nesta semana, Blumenau celebra a Semana Municipal da Humanização do Parto, instituída pela Lei Nº. 8.122 de autoria do atual vice-prefeito Mário Hildebrandt e sancionada pelo prefeito Napoleão Bernardes em junho de 2015. Além de deixar a população mais familiarizada ao conceito, a semana tem como objetivo informar as mulheres, principalmente as que estão grávidas, sobre os seus direitos e a importância de buscarem um atendimento de qualidade já no pré-natal.

A humanização do parto envolve um conjunto de estratégias e procedimentos voltados à saúde materno-infantil, que asseguram atenção e assistência integral à mulher e ao bebê no processo entre a gravidez e o puerpério. De acordo com dados do Ministério da Saúde, desde 2010 o país realiza mais cesarianas do que partos normais. Em 2016, 55,5% dos nascimentos no Brasil ocorreram por meio de cesáreas, contra 44,5% partos normais. Em contrapartida, no Sistema Único de Saúde (SUS) o percentual de partos normais ainda permanece maior (59,8%), fruto de ações desenvolvidas junto aos entes públicos, como a implementação da Rede Cegonha.

Em Blumenau, o grupo condutor da Rede Cegonha é composto por representantes da Secretaria Municipal de Promoção da Saúde (Semus), dos hospitais Santo Antônio, Santa Isabel e Santa Catarina, do Conselho Municipal de Saúde e da Universidade Regional de Blumenau (Furb), além de uma doula. O grupo faz o monitoramento dos atendimentos na atenção básica e no Hospital Santo Antônio.

Partos em Blumenau

Entre janeiro e abril deste ano, as unidades municipais de saúde assistiram duas mil mulheres, que passaram por acompanhamento no pré-natal ou pós-parto. No mesmo período, o Hospital Santo Antônio, que atende cerca de 75% dos nascimentos no município, dos quais 80% ocorrem pelo SUS, realizou 938 partos custeados com verba pública, dos quais 647 foram normais, ou seja, 69%, índice superior à média do Brasil.

Segundo Joslaine Menegazzo, coordenadora da Política Municipal de Atenção Integral à Saúde da Mulher, “saber mais sobre parto normal e cesariana ajuda a entender quando cada um é indicado e os benefícios e riscos envolvidos, sendo que esse esclarecimento pode ser buscado junto aos profissionais nas unidades básicas de saúde, durante a realização das consultas de pré-natal. É importante ressaltar que a maneira mais precisa de se saber se uma criança está pronta para nascer é esperar que ela mesma dê o alerta. Quando o bebê está pronto, o trabalho de parto se inicia espontaneamente e pode resultar em um parto normal – quando tudo corre bem – ou em uma cesariana, caso seja necessária uma intervenção cirúrgica”.

Parceira na humanização do parto

Nos dias 18 de maio e 1º de junho, a Prefeitura promoveu, em parceria com o Hospital Santo Antônio, a capacitação “Atenção Básica e Hospital Santo Antônio – Unidos para uma assistência de qualidade às gestantes/parturientes de Blumenau”. Os encontros tiveram como intuito aproximar os profissionais da atenção básica do município e do Hospital Santo Antônio para a troca de conhecimentos e a disseminação de conceitos e métodos que devem ser adotados para a humanização do pré-natal ao nascimento do bebê.

COMENTAR COM O FACEBOOK:
Não temos controle sobre os comentários pelo Facebook

Comentar sem o Facebook

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

?