Rádio Clube De Blumenau Células T nos garantem imunidade contra o coronavírus? ⋆ Radio Clube de Blumenau Rádio Clube De Blumenau
AO VIVO
Segunda-feira, 02 de agosto de 2021 -

Células T nos garantem imunidade contra o coronavírus?

Pesquisadores estudam os reflexos das Células T na imunidade contra a Covid-19. Embora algumas pesquisas indiquem que anticorpos contra o coronavírus podem se perder em apenas três meses, uma nova esperança surgiu mostrando indícios de que a imunidade de pessoas que já tiverem coronavírus pode ser ainda mais prolongada. Tamara Caroline

Enquanto o mundo está com os olhos voltados para os anticorpos, pesquisadores começaram a perceber que pode haver outra fonte de imunidade — uma que, em alguns casos, fica “escondida” no corpo por anos. Não tão conhecido do grande público, a célula T um tipo enigmático de glóbulo branco poderia manter as pessoas imunes por um longo período contra a COVID. O Dr. Ricardo Freitas explica que nosso corpo tem duas formas de resposta imunológica quando contrai o coronavírus.

Como as células T podem permanecer no sangue por anos após uma infecção, elas também contribuem para a chamada “memória de longo prazo” do sistema imunológico e permitem uma resposta mais rápida e eficaz quando há nova exposição a um antigo inimigo. Isso poderia explicar porque diversos pacientes que pegam o coronavírus são assintomáticos ou até mesmo acabam tendo quadros bem leves da doença.

Além de agregar ao conhecimento científico, decifrar a importância dos linfócitos T é importante também para se pensar em tratamentos — afinal, compreender o funcionamento do sistema imunológico pode ser meio caminho andando para alcançar vacinas e medicamentos eficazes e seguros.

Segundo Adrian Hayday, professor de imunologia no King’s College Lândon “Observando pacientes com covid-19 — pode-se dizer que pessoas que foram infectadas mas não precisaram de hospitalização —, é absolutamente claro que existe uma resposta das células T. Mas os pesquisadores ainda não podem afirmar por quanto tempo os pacientes ficam imunes.  

COMENTAR COM O FACEBOOK:
Não temos controle sobre os comentários pelo Facebook

Comentar sem o Facebook

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

?