Rádio Clube De Blumenau Defesa Civil avalia como positivo produto para conter deslizamentos na Serra do Rio do Rastro ⋆ Radio Clube de Blumenau Rádio Clube De Blumenau
AO VIVO
Sexta-feira, 14 de dezembro de 2018 -

Defesa Civil avalia como positivo produto para conter deslizamentos na Serra do Rio do Rastro

 

Segundo órgão, parte onde material foi aplicado não sofreu queda. Agência de Desenvolvimento Regional deve fazer proposta para Deinfra.

Defesa Civil avaliou como positivo o teste com o produto aplicado em uma parte da Serra do Rio do Rastro para conter deslizamentos. Segundo o órgão, o local onde foi usado o material não sofreu queda. A Agência de Desenvolvimento Regional de Criciúma, no Sul do estado, deve fazer uma proposta de uso do produto ao Departamento Estadual de Infraestrutura (Deinfra) na próxima semana.

O produto foi aplicado em um dos nove pontos de maior risco de deslizamentos da Serra do Rio do Rastro. Após 23 dias, a Defesa Civil tem uma avaliação.

“De acordo com a última chuva que caiu, que não foi intensa, mas foi necessária para gente olhar o trabalho da chuva na aplicação do produto, ele se deu de maneira muito positiva. Não houve escorregamento de terra, escorregamento de material no local onde nós aplicamos. E, ao lado, onde não estava aplicado o produto, a gente percebeu que essa chuva trouxe o material do solo para a canaleta de drenagem e para cima da rodovia”, afirmou o coordenador regional da Defesa Civil de Criciúma, Rosinei da Silveira.

A espuma é de origem orgânica, feita à base de cana-de-açúcar. Funciona como uma película impermeabilizante para diminuir os riscos de deslizamento. O produto começa a agir 24 horas depois da aplicação e dura no máximo um ano.

Custos mais baixos

Segundo a Agência de Desenvolvimento Regional de Criciúma, o uso desse impermeabilizante pode diminuir o custo do serviço de contenção dos paredões da Serra do Rio do Rastro em até 70%.

“Esse produto que nos foi apresentado e que nós estamos entregando nesse relatório, é economicamente viável. É muito mais barato e produz eficácia na impermeabilização do solo”, afirmou Rosinei da Silveira.

COMENTAR COM O FACEBOOK:
Não temos controle sobre os comentários pelo Facebook

Comentar sem o Facebook

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

?