Quinta-feira, 27 de julho de 2017 -

Indaial irá receber investimentos de R$22,2 milhões da Casan

Compartilhe

O prefeito de Indaial, André Moser, esteve reunido nessa terça-feira, 23, no Gabinete, com o presidente da Casan (Companhia Catarinense de Águas e Saneamento), Valter Galina. Na oportunidade, Galina apresentou o cronograma de investimentos da Casan, companhia que administra os serviços de água e esgotamento sanitário no município, para os próximos semestres. Estão previstos investimentos de R$22,2 milhões, dos quais R$16,6 milhões são para o Sistema de Esgotamento Sanitário e R$5,6 milhões para o Sistema de Abastecimento de Água.

Sistema de Esgotamento Sanitário

 Estão previstos investimentos na ordem de R$16,6 milhões. Desse valor, cerca de R$15,5 milhões são para o sistema de esgotamento sanitário (SES) do bairro Tapajós, que irá beneficiar em torno de 7.050 moradores; R$1,1 milhão para melhorias e manutenção do SES e R$80 mil para nova elevatória de esgoto na rua Santo Antônio.

Indaial Casan

 Sistema de Abastecimento de Água

 Os investimentos para melhorar o abastecimento de água, na casa dos R$5,6 milhões, contemplam a construção de novos reservatórios, aquisição de novos boosters e ampliações na ETA (Estação de Tratamento de Água).

 Um dos reservatórios será no bairro Centro, com ampliação de dois milhões de litros de reserva. O investimento previsto é de R$2,3 milhões. O outro reservatório previsto é no bairro Encano, região que está na ponta do sistema, com mais 350 mil litros de reserva. O investimento será de R$500 mil.

 Com relação aos boosters, serão adquiridos cinco novos boosters (três para o bairro Sol, um para o Encano e um no João Paulo II), somando investimento de R$200 mil, além da substituição de quatro boosters para ampliação da capacidade e eficiência energética, reunindo investimento de R$160 mil.

 Duas obras importantes na ETA ainda serão executadas. Uma delas é a ampliação da ERAT (Estação de Recalque de Água Tratada) e reforma elétrica, que visa adequar o espaço físico da ERAT para comportar o novo conjunto motor-bomba adquirido em 2016, ampliando, assim, a vazão da ETA em mais 15 litros/s. Os investimentos com motor-bomba e obras civil e elétrica comportam recursos aproximados no valor de R$340 mil.

 Também será ampliada a capacidade de tratamento de água em mais 50 litros/s para atender a demanda futura de aumento de consumo. Aquisição de terreno e melhorias na ETA compreendem investimento de R$2,1 milhões.

Compartilhe
COMENTAR COM O FACEBOOK:

Comentar sem o Facebook

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *