Rádio Clube De Blumenau Julho Verde quer conscientizar sobre Câncer de Cabeça e Pescoço ⋆ Radio Clube de Blumenau Rádio Clube De Blumenau
AO VIVO
Domingo, 22 de setembro de 2019 -

Julho Verde quer conscientizar sobre Câncer de Cabeça e Pescoço

O aparecimento de nódulos, dor de garganta que não melhora, dificuldade para engolir, feridas que não cicatrizam e alteração ou rouquidão na voz são sintomas de Câncer de Cabeça e Pescoço. Os mais frequentes no homem são tumores da boca, garganta e laringe, já nas mulheres os da glândula tireoide. Câncer de Cabeça e Pescoço é um conjunto de tumores que acometem a região da cabeça e do pescoço, exceto os tumores cerebrais.

Nesse mês temos o Julho Verde que é o mês da campanha nacional de prevenção desses tipos de câncer. Dia 27 de julho é celebrado o Dia Mundial de Conscientização para estas doenças. O Hospital Santa Isabel, preparou ações para conscientização dos colaboradores e público externo. Entre as atividades está conscientizar os fumantes sobre como o tabagismo contribui na formação dos tumores, por meio de interferência da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA) e Segurança do Trabalho dentro do HSI e nas dependências. Durante todo o mês de julho, a fachada da ACSC – Hospital Santa Isabel estará iluminada com a cor verde.

No dia 26 de julho, o Dr. Thiago Sônego, médico do Corpo Clínico do Hospital Santa Isabel, especialista em Cirurgia de Cabeça e Pescoço e Otorrinolaringologia, ministra uma palestra sobre os “Aspectos gerais do câncer de cabeça e pescoço – prevenção e diagnóstico”. Durante todo o mês de julho, colaboradores da ACSC – Hospital Santa Isabel terão descontos especiais com os três médicos do HSI especialistas em Cirurgia de Cabeça e Pescoço: o Dr. Eduardo Martignago, o Dr. Tobias Torres e o Dr. Thiago Sônego.

Tratamentos

O tratamento do Câncer de Cabeça e Pescoço envolve uma equipe multidisciplinar, formada por um cirurgião de cabeça e pescoço, fonoaudióloga, nutricionista, fisioterapeuta, oncologista, radioterapeuta e radiologista.

As vezes são necessárias sessões de radioterapia e quimioterapia. “Estes são os tratamentos que a gente consegue fazer dentro da ACSC – Hospital Santa Isabel. Também há possibilidade de realizar procedimentos com o robô-cirurgião Da Vinci Si”, explica Thiago Sônego. Os cânceres em que a utilidade do robô é maior são os de orofaringe, amígdalas e da base da língua. O diagnóstico precoce permite a utilização de técnicas minimamente invasivas. Outras tecnologias, como vídeo-cirurgia e o emprego de laser e pinças seladoras, também ajudam neste processo.

COMENTAR COM O FACEBOOK:
Não temos controle sobre os comentários pelo Facebook

Comentar sem o Facebook

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

?