Rádio Clube De Blumenau Paciente produz roupas de crochê durante internação e doa aos recém-nascidos no Hospital Santo Antônio ⋆ Radio Clube de Blumenau Rádio Clube De Blumenau
AO VIVO
Terça-feira, 04 de agosto de 2020 -

Paciente produz roupas de crochê durante internação e doa aos recém-nascidos no Hospital Santo Antônio

Em meio a pandemia e com uma situação de saúde delicada, uma paciente do Hospital Santo Antônio ainda consegue pensar no próximo e buscar uma certa distração fazendo o bem. Isso é admirável e merece divulgação. 

Ficar dias internada para receber quimioterapia já é rotineiro para a Dona Marlene Scheurich, paciente oncológica do Hospital Santo Antônio, mas durante a internação seu passatempo preferido é fazer crochê. Apaixonada, sempre participou ativamente dos projetos do hospital, confeccionando durante anos os polvos do projeto Octo, que traz maior conforto aos recém-nascidos. Ela sabe fazer inúmeras peças, desde suéteres, toucas, meias e luvas, são roupas que ela produz com muito amor e carinho, enquanto espera a sessão acabar.   

Ellen Santana, fisioterapeuta do hospital, percebeu que ela sempre ficava mais quietinha, quando não estava com suas linhas e vendo sua paixão pelo crochê resolveu dar uma mãozinha. Ela disse que algumas semanas atrás alguém colocou na caixa de doações do seu condomínio muitos rolos de linha para crochê. Ela estava de saída pro hospital e acabou levando os rolos para a Dona Marlene, que é sua paciente. A dona Marlene, por sua vez, ficou muito feliz e se reuanimou com essa atividade já que agora poderia confeccionar novas peças as crianças do hospital. 

Recentemente as linhas logo acabaram, e sabendo da sua paixão pelo crochê, a empresa EuroRoma doou um kit de linhas e revistas especialmente para a Dona Marlene, que ficou radiante com o presente. Ela fez várias meias e toquinhas de bebê, os quais foram doados aos pequenos pacientes que ficam em um alojamento do hospital Santo Antônio. Uma atitude que sem dúvidas demonstra que quando verdadeiramente se quer ajudar o próximo a gente consegue.  

COMENTAR COM O FACEBOOK:
Não temos controle sobre os comentários pelo Facebook

Comentar sem o Facebook

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

?