Rádio Clube de Blumenau
Terça-feira, 30 de maio de 2017 -

Gastos com alimentação, habitação, saúde e vestuário puxam custo de vida do brasileiro

Compartilhe
FacebookWhatsAppFacebook MessengerTelegramTwitterGoogle+SMSEmailCopy Link

O avanço foi de 0,39 por cento, na terceira medição de março do Índice de Preços ao Consumidor – Semanal. O IPC-S é apurado pela Fundação Getúlio Vargas.

A boa notícia ficou por conta dos gastos com educação, transporte e comunicação, que diminuíram. Destaque, nesses casos, para as quedas nos preços da gasolina, do álcool, da passagem de avião e da tarifa de telefonia fixa.

Enquanto isso, as despesas com: vestuário, alimentação, saúde e habitação aumentaram.

Na análise item por item, chamou a atenção a conta de luz, que ficou quatro por cento mais cara.

Ao lado dela, na lista das principais altas, estão por exemplo o plano de saúde, a taxa de condomínio, a refeição fora de casa e o leite.

Por outro lado, apesar de na média os preços dos alimentos terem subido, alguns itens ficaram bem mais baratos. Caso da maçã, com queda de nove por cento.

Compartilhe
FacebookWhatsAppFacebook MessengerTelegramTwitterGoogle+SMSEmailCopy Link
COMENTAR COM O FACEBOOK:

Comentar sem o Facebook

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *