Rádio Clube De Blumenau 99 professores e dois alunos estão infectados em Blumenau ⋆ Radio Clube de Blumenau Rádio Clube De Blumenau
AO VIVO
Sábado, 27 de fevereiro de 2021 -

99 professores e dois alunos estão infectados em Blumenau

Desde a volta as aulas em Blumenau 99 professores e dois estudantes testaram positivo para Covid-19. O levantamento divulgado nesta segunda-feira, 22, engloba as redes municipal, estadual e particular de ensino.

Ao todo, 140 alunos já foram afastados por terem tido contato com pessoas contaminadas. Outros cinco são considerados casos suspeitos da doença. No início dessa semana, o município ultrapassou o número de 40 mil casos do vírus.

Os casos envolvem 51 unidades de ensino, que não tiveram os nomes divulgados. Segundo a prefeitura, apenas um dos casos entre estudantes é da rede municipal. Já dentre os professores, 93 são municipais.

De acordo com o Plano de Contingência Municipal para Educação (PlanCon), o diretor de cada educandário é responsável por comunicar os pais dos alunos das turmas onde foi diagnosticado o caso positivo de Covid-19, havendo quebra de barreira.

O que é quebra de barreira?

A quebra de barreira, segundo o Ministério da Saúde (MS), define que pessoas sem sintomas que tiveram contato próximo. Ou seja, contato físico direto, ou estiveram a menos de 1,5m de distância por um período mínimo de 15 minutos sem utilização de máscara com o alguém que teve resultado positivo para Covid-19. Estas pessoas devem ser afastadas de suas atividades coletivas e podem testadas entre o 5º e 10º dia após o contato.

Com base nesses números e nos casos nas unidades municipais, o município determina que:

– A turma que o professor titular até o 5º ano positivar (incluindo CEIs), afasta a turma 14 dias;
– O mesmo acontece se o aluno dessas turmas positivar. Afasta todos por 14 dias;
– No caso das turmas maiores (acima do 6º ano), havendo 50% dos professores da turma positivos, afasta o professor e os alunos por 14 dias;
– No caso de alunos positivos ou suspeitos, afasta apenas o aluno infectado por 14 dias;
– Nos alunos maiores é feita essa diferença, pois os técnicos em saúde entendem que não há o que chamamos de “quebra de barreira”, uma vez que tratam-se de alunos maiores, que entendem com mais precisão a importância do distanciamento e uso de máscara.

COMENTAR COM O FACEBOOK:
Não temos controle sobre os comentários pelo Facebook

Comentar sem o Facebook

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

?