Rádio Clube De Blumenau Vigilância Epidemiológica confirma mais um caso de Gripe A em Brusque ⋆ Radio Clube de Blumenau Rádio Clube De Blumenau
AO VIVO
Quarta-feira, 28 de julho de 2021 -

Vigilância Epidemiológica confirma mais um caso de Gripe A em Brusque

Foi confirmado pela Vigilância Epidemiológica mais um caso de Gripe A em Brusque. Embora ainda esteja no setor de isolamento, o paciente do sexo masculino, 59, residente no bairro Limeira, e que está hospitalizado no Hospital e Maternidade de Brusque – HEM, desde o último dia 14, com a Gripe A – H1N1, evolui bem e deve ter alta nos próximos dias.

Em função dos casos de gripe A, que, nos três primeiros meses de 2016, já fez vítimas fatais inclusive em Brusque, a corrida em busca da vacina aumentou. O primeiro lote das vacinas recebido pelo Hospital e Maternidade de Brusque – HEM, esgotou no mesmo dia. O segundo lote, que chegou no último dia 14, já está sendo aplicado.

De acordo com o dr. Ricardo Alexandre de Freitas, infectologista do HEM, a antecipação da vacinação é uma medida eficiente, uma vez que, entre a realização da vacina até o desenvolvimento da proteção no organismo, há demora algumas semanas, por isso, é importante antecipar para a vacina fazer efeito antes do inverno.

Até o último dia 11 de abril tinham sido registrados 686 casos de síndrome aguda respiratória grave por Influenza A (H1N1) em todo o Brasil, sendo 102 mortes, de acordo com o Ministério da Saúde. O maior número de casos foi registrado em São Paulo, com 70 óbitos. A síndrome se caracteriza por febre, tosse e desconforto respiratório. No ano passado inteiro, foram 36 mortes pela gripe A H1N1 no país.

Conforme o Ministério da Saúde, são grupos de risco crianças de seis meses a 5 anos, gestantes, trabalhadores da saúde, povos indígenas, pessoas com 60 anos ou mais, população privada de liberdade, funcionários do sistema prisional e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas, além de pessoas portadoras de doenças crônicas. Mas o ideal é que todo mundo seja imunizado.

Santa Catarina

O Boletim da Gripe, divulgado semanalmente pela DIVE – Diretoria Estadual de Vigilância Epidemiológica, dá conta que até o dia 14 de abril foram notificados 391 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave – SRAG em Santa Catarina. Destes, 111  foram confirmados para influenza, sendo 108  pelo vírus influenza A e três  pelo vírus influenza B. Dos casos confirmados para influenza A, 85 são do tipo H1N1 e 23 ainda aguardam a subtipagem laboratorial (para identificar se o vírus influenza A é do tipo H1N1 ou H3N2).

Dos 26 óbitos por SRAG notificados, 15 foram confirmados por influenza, sendo 14 pelo vírus influenza A e um pelo vírus influenza B. Dos óbitos confirmados por influenza A, 11 são do tipo H1N1pdm09 e três ainda aguardam a subtipagem laboratorial. Outros 10 óbitos por SRAG apresentaram resultado negativo para influenza A e B, sendo classificados como SRAG não especificada.

gripe

COMENTAR COM O FACEBOOK:
Não temos controle sobre os comentários pelo Facebook

Comentar sem o Facebook

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

?