Rádio Clube De Blumenau Concurso cultural busca teses para um mundo melhor ⋆ Radio Clube de Blumenau Rádio Clube De Blumenau
AO VIVO
Quinta-feira, 20 de setembro de 2018 -

Concurso cultural busca teses para um mundo melhor

 

Você já pensou em formular as suas próprias teorias para transformar o planeta e a vida em sociedade? Para estimular esta reflexão na comunidade e buscar formas de melhorar ainda mais o meio em que vivemos, foi lançado o Concurso Cultural Minha Tese para um Mundo Melhor. Estudantes do Ensino Fundamental e Ensino Médio, pais, professores e colaboradores da Escola Barão do Rio Branco estão convidados a responder a pergunta: “Qual a minha tese para um mundo melhor?”. As inscrições estão abertas e podem ser realizadas até o dia 22 de abril.

O objetivo é desenvolver 95 novas teses para estimular a sociedade a buscar alternativas para tornar o mundo um lugar cada vez melhor. A comissão irá selecionar as frases que estiverem adequadas ao tema, criativas e originais. Os participantes receberão certificado e terão suas propostas publicadas na agenda da Barão em 2017. “Que estas ‘novas teses’ sejam impulsos verdadeiros e puros para a construção de um mundo melhor”, afirma o responsável pela Pastoral Escolar, Pastor Gilson Hoepfner. As frases indicadas serão divulgadas em 2 de maio de 2016 através do Portal da Escola.

O concurso cultural é realizado para marcar os 63 anos da Escola Barão do Rio Branco e os 500 anos da Reforma Luterana. Serão selecionadas 95 frases em homenagem as 95 teses elaboradas por Martinho Lutero e divulgadas em 31 de outubro de 1517, na igreja do Castelo de Wittenberg, na Alemanha. “Há quase 500 anos Lutero as propôs, buscando através da verdade do Evangelho, mudanças que trouxessem melhoras na vida eclesial, social, política, econômica e cultural. O evangelho puro foi sua fonte de inspiração. E também sob este fundamento, queremos propor nossas novas teses”, relata o Pastor Gilson.

Concurso cultural busca teses para um mundo melhor

 

COMENTAR COM O FACEBOOK:
Não temos controle sobre os comentários pelo Facebook

Comentar sem o Facebook

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

?