Rádio Clube De Blumenau Projeto que torna Blumenau como Capital Nacional da Cerveja é aprovado no Senado e vai para sanção presidencial ⋆ Radio Clube de Blumenau Rádio Clube De Blumenau
AO VIVO
Sexta-feira, 14 de dezembro de 2018 -

Projeto que torna Blumenau como Capital Nacional da Cerveja é aprovado no Senado e vai para sanção presidencial

 

Na manhã desta quinta-feira Blumenau recebeu uma ótima notícia para sua economia, seja no turismo como na industria, já que nos próximos dias o presidente Michel Temer deve sancionar a Lei que reconhece oficialmente a cidade como a Capital Nacional da Cerveja.

A informação foi dada pelo relato do projeto de lei, senador Dalirio Beber (PSDB-SC), que esteve a frente do projeto desde que entrou na pauta do Senado Federal e agora busca agilizar a sanção.

Já que este título será exclusivo de Blumenau, somando a outras marcas que a cidade tem perante aos brasileiros, como qualidade, TIC, têxtil e agora cervejas e tudo ligado ao setor.

De autoria do deputado federal Décio Lima (PT-SC), o projeto foi aprovado na Câmara em maio e foi aprovado nesta quinta pelo Plenário do Senado. De acordo com o autor, Blumenau produz cerveja desde antes de se transformar em município, em 1880. Já na década de 1980, a cidade criou a Oktoberfest no país, conhecida como Festa da Cerveja, que atrai milhares de turistas do Brasil e do mundo.

O autor afirma na justificação da proposta que a “titulação contribuirá para o desenvolvimento da indústria e da cultura cervejeira e fortalecimento do turismo da região do Vale do Itajaí”.

Segundo o relator no Senado, Blumenau também tem o Museu da Cerveja e o Festival Brasileiro da Cerveja, que inclui o Concurso Brasileiro de Cervejas e a Feira Brasileira da cerveja. E no ano passado, acrescenta Dalirio Beber, foi lançada a Rota Turística Vale da Cerveja. Além disso, diz ele, Blumenau ainda tem a Escola Superior de Cerveja e Malte.

COMENTAR COM O FACEBOOK:
Não temos controle sobre os comentários pelo Facebook

Comentar sem o Facebook

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

?