Rádio Clube De Blumenau Colabore neste sábado com o pedágio do Cerene ⋆ Radio Clube de Blumenau Rádio Clube De Blumenau
AO VIVO
Terça-feira, 20 de outubro de 2020 -

Colabore neste sábado com o pedágio do Cerene

Neste sábado, dia 15 de outubro o Cerene (Centro de Recuperação Nova Esperança) realiza o pedágio beneficente. A expectativa da entidade é contar com 200 voluntários e arrecadar R$35 mil. O valor será destinado para pagar despesas que o Centro tem que cobrir, e que o repasse dos governos não atende. Em Blumenau o Cerene atende 82 pessoas dependentes químicas (álcool e outras drogas). Serão diversos voluntários espalhados em 22 semáforos da cidade neste sábado, das 8h às 12h.

Sobre o Cerene

O CERENE iniciou seus trabalhos no dia 04 de maio de 1989, na cidade de Blumenau em Santa Catarina, a partir da Missão Evangélica União Cristã – MEUC, entidade religiosa, civil, sem fins lucrativos, inserida no contexto da Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil – IECLB.

Inspirados pelo compromisso cristão de ajuda ao próximo, um grupo de pessoas entendeu que não poderia ficar alheio e distante do problema da dependência de álcool e outras drogas.

Inicialmente com um trabalho modesto, o CERENE acolheu seu primeiro residente, que morou com a família do primeiro colaborador. Mais tarde, um rancho foi transformado em alojamento, cozinha, refeitório e sala de reuniões.

O aumento da demanda para atendimento mobilizou a ampliação dos trabalhos, que foi possível pelo apoio recebido da MEUC; de Blaues Kreuz; da Gnadauer Brasilien-Mission – GBM; da Hilfe für Brüder – entidades da Alemanha; da Prefeitura Municipal de Blumenau; do Governo do Estado de Santa Catarina.

Unidades de acolhimento

As unidades de atendimento do CERENE situam-se em Blumenau, Palhoça, São Bento do Sul, Ituporanga em Santa Catarina e Lapa no Paraná.

Um quadro profissional de 70 colaboradores atende 252 dependentes, sendo 212 no Programa de Atendimento e 40 na Reinserção Social.

pedagio-cerene-2 pedagio-cerene

COMENTAR COM O FACEBOOK:
Não temos controle sobre os comentários pelo Facebook

Comentar sem o Facebook

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

?