Rádio Clube De Blumenau 'Dia D' de mobilização contra a gripe ocorre neste sábado ⋆ Radio Clube de Blumenau Rádio Clube De Blumenau
AO VIVO
Segunda-feira, 22 de outubro de 2018 -

‘Dia D’ de mobilização contra a gripe ocorre neste sábado

 

Neste sábado, dia 12, a Campanha de Vacinação contra a Gripe Influenza tem o seu “Dia D de Mobilização Nacional”. Na ocasião, todas as unidades de saúde da rede pública de Blumenau, incluindo as que não contam com salas de vacina, estarão abertas, das 8h às 17h, para efetuar a imunização das pessoas dos grupos de risco, que têm direito à vacinação gratuita. O último balanço divulgado pela Vigilância Epidemiológica aponta que 36.385 pessoas, ou seja, 34% dos 106.641 cidadãos enquadrados nos públicos elegíveis da campanha, receberam a vacina. A meta é atingir 90% de cobertura.

A secretária de Promoção da Saúde, Maria Regina Soar, espera aumentar consideravelmente o número de doses aplicadas nos próximos dias. “Como muitas pessoas estarão de folga no sábado, acreditamos que haverá uma grande procura. O objetivo do ‘Dia D’ é justamente facilitar o acesso à vacinação daquelas pessoas que trabalham ou estudam durante a semana”, afirma.

Além disso, a secretária reitera que os sete Ambulatórios Gerais da cidade terão as suas salas de vacina funcionando em horário estendido, até as 21h, nesta quinta e sexta-feira, dias 10 e 11, exclusivamente para a aplicação da vacina contra a gripe influenza. “As temperaturas começaram a cair e o inverno está cada vez mais próximo. Por isso, as pessoas dos grupos de risco devem providenciar o quanto antes a imunização. Importante lembrar que a vacina demora de 10 a 15 dias para atingir o efeito esperado”.

A imunização contra a gripe seguirá na rede pública até o dia 1º de junho. É importante levar junto a carteira de vacinação.

Quem tem direito à vacina contra a gripe na rede pública:
– idosos com mais de 60 anos;
– crianças maiores de seis meses e menores de cinco anos;
– gestantes;
– puérperas (até 45 dias após o parto);
– trabalhadores da saúde;
– professores das redes pública e privada;
– povos indígenas;
– portadores de doenças crônicas e outras condições clínicas especiais.

COMENTAR COM O FACEBOOK:
Não temos controle sobre os comentários pelo Facebook

Comentar sem o Facebook

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

?