Rádio Clube De Blumenau Polícia Federal deflagra 3ª fase da Operação Carne Fraca ⋆ Radio Clube de Blumenau Rádio Clube De Blumenau
AO VIVO
Quinta-feira, 19 de abril de 2018 -

Polícia Federal deflagra 3ª fase da Operação Carne Fraca

Compartilhe

A semana começou movimentada para a Polícia Federal (PF) que deflagrou a 3ª fase da Operação Carne Fraca, chamada de Operação Trapaça. Ao todo, são 91 ordens judiciais no Paraná, em Santa Catarina, no Rio Grande do Sul, em Goiás e em São Paulo.

A PF cumpre mandados judiciais, sendo 11 de prisão temporária. O alvo é a BRF Brasil Foods. O ex-diretor-presidente global da BRF, Pedro Faria, foi preso. Ele chegou por volta das às 8h35 à sede da PF, em São Paulo. Outras duas pessoas também já foram presas em São Paulo: Hélio Rubens e Luciano Bauer. Ao todo, são 27 mandados de condução coercitiva e 53 de busca e apreensão.

Conforme a PF, as investigações apontaram que cinco laboratórios credenciados ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e setores de análises da BRF fraudavam resultados de exames em amostras de processo industrial.

O objetivo das fraudes era burlar o Serviço de Inspeção Federal (SIF/MAPA) para impedir que o Mapa fiscalizasse a qualidade do processo industrial da BRF.

Os investigados podem responder, de acordo com a PF, por crimes como falsidade documental, estelionato qualificado e formação de quadrilha ou bando, além de crimes contra a saúde pública, entre outros.

A primeira fase da Operação Carne Fraca, lançada em março de 2017, investigou o envolvimento de fiscais do Ministério da Agricultura em um esquema de liberação de licenças e fiscalização irregular de frigoríficos. 59 pessoas foram acusadas.

A operação causou um impacto financeiro de R$ 363 milhões nas contas da BRF de 2017.

COMENTAR COM O FACEBOOK:
Não temos controle sobre os comentários pelo Facebook

Comentar sem o Facebook

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *