Rádio Clube De Blumenau Encerramento do Maio Amarelo pede valorização da vida ⋆ Radio Clube de Blumenau Rádio Clube De Blumenau
AO VIVO
Domingo, 28 de fevereiro de 2021 -

Encerramento do Maio Amarelo pede valorização da vida

Um simulado de acidente finalizou as atividades do mês especial de conscientização no trânsito.

O movimento Maio Amarelo em Blumenau encerrou as ações direcionadas à segurança no trânsito na tarde desta sexta-feira, dia 31. Um simulado de acidente foi realizado na Rua Padre Jacobs, no Centro, para chamar a atenção das pessoas sobre a importância do comportamento prudente para um trânsito menos violento. Coordenado pelo Corpo de Bombeiros, o evento teve o apoio do Samu, do Instituto Geral de Perícias (IGP) e do Seterb, por meio da Guarda de Trânsito.

O mês especial de conscientização contou com uma agenda intensa no município. Cerca de 100 atividades foram promovidas, entre elas palestras, blitze educativas, teatro de fantoches para as crianças, gincana cultural e cãominhada. A Prefeitura de Blumenau, por meio do Seterb e secretarias de Defesa do Cidadão e Educação, participou ativamente dos trabalhos juntamente com demais órgãos e entidades da cidade que aderiram a causa.

“Acredito que a campanha foi bastante positiva. Conseguimos levar a mensagem do Maio Amarelo para diversos tipos de público. As pessoas precisam ter consciência que um trânsito mais humano depende do comportamento prudente e responsável de todos, seja pedestre, ciclista, motociclista ou motorista”, afirma o gerente da Escola Pública de Trânsito do Seterb, Marco Rebello.

O Maio Amarelo tem como proposta chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito em todo o mundo. Este ano, o mote da campanha no Brasil foi “No trânsito o sentido é a vida”, que visa estimular as pessoas a optarem por um trânsito mais seguro.

Fonte: Prefeitura de Blumenau | Assessora de comunicação: Juliana Damian Silva

Fotos: Eraldo Schnaider

COMENTAR COM O FACEBOOK:
Não temos controle sobre os comentários pelo Facebook

Comentar sem o Facebook

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

?