Rádio Clube De Blumenau Celesc assina contrato com BID no valor de US$ 345 milhões ⋆ Radio Clube de Blumenau Rádio Clube De Blumenau
AO VIVO
Terça-feira, 13 de novembro de 2018 -

Celesc assina contrato com BID no valor de US$ 345 milhões

 

O presidente da Celesc, Cleverson Siewert, assinou, nesta quarta-feira, 31, em Brasília, o contrato junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) para a aquisição de um financiamento de US$276 milhões. A conquista é comemorada por diretores, empregados e acionistas da Empresa, que, juntamente ao Governo do Estado, trabalham há mais de dois anos para viabilizar empréstimos com bancos de fomento internacional.

O recurso pleiteado junto ao BID é parte do valor total buscado pela Celesc no mercado, de US$ 345 milhões. O montante irá custear 60% das obras para a construção e melhoria do sistema elétrico catarinense entre 2018-2022, o que representará um ganho operacional de 20% no estado. O dinheiro será aplicado na construção de 20 novas subestações e na ampliação de 31 existentes; assim como na instalação de 342 km de novas linhas de distribuição e na aquisição de equipamentos, materiais e recursos para áreas de automação e TI.

“Em busca da sustentabilidade econômica, social e ambiental, a Celesc tem como obrigação racionalizar a procura por parceiros para novos investimentos. Qualquer setor que seja intensivo no uso de capital, sobremaneira para realizar investimentos, tem uma máxima de buscar capital de bancos. Isso porque o recurso com instituições de fomento é mais barato em relação ao do acionista”, destaca o presidente. Ele reforça que o setor de energia elétrica, no Brasil e no mundo, está alinhado com essa lógica, pois necessita de capital intensivo para investimentos de grande porte.

A proposta do BID inclui condições absolutamente diferenciadas e que permitirão uma maior oferta de energia para todo o estado de Santa Catarina. A negociação se justifica, principalmente, por oferecer 25 anos para o pagamento, sendo cinco de carência, além de juros na ordem de 4% ao ano, enquanto bancos nacionais cobram taxas 400% maiores, em média.

Andamento do processo

Na última semana, o Ministério da Fazenda concedeu garantia da União para a Celesc Distribuição adquirir o empréstimo junto ao BID. Essa era a última etapa do procedimento exigido pela instituição internacional para a realização da operação de crédito.

As tratativas iniciaram em 2016, passando por aprovação do Governo Federal, por meio da Comissão de Financiamentos Externos (COFIEX), órgão do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão que trata da obtenção de recursos externos ao setor público.

Em setembro de 2017, o projeto passou pela Assembleia Legislativa de Santa Catarina e recebeu aval dos deputados para que o Governo do Estado fosse autorizado a avalizar o empréstimo.

No início de setembro deste ano, a operação também foi aprovada pelo Senado Federal, seguindo para a Procuradoria Geral da Fazenda Nacional, que fez o encaminhamento ao Ministro da Fazenda para a convocação da assinatura oficial do contrato.

COMENTAR COM O FACEBOOK:
Não temos controle sobre os comentários pelo Facebook

Comentar sem o Facebook

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

?